GANHE 1 SLEEK GRÁTIS 🎁na compra da Duo Max. Apenas 50 disponíveis, clique e confira!

quero já

Procurou, achou :)

    Atualmente, esta seção não inclui nenhum conteúdo. Adicione conteúdo nesta seção usando a barra lateral.

    Atualmente, esta seção não inclui nenhum conteúdo. Adicione conteúdo nesta seção usando a barra lateral.

    Atualmente, esta seção não inclui nenhum conteúdo. Adicione conteúdo nesta seção usando a barra lateral.

    Cabelo Seco ou Ressecado: Você sabe a diferença?

    Mulher de costas, com cabelo ressecado preso com coque

    A gente já adianta: Cabelo seco e cabelo ressecado são duas coisas diferentes, ainda que também seja possível que você tenha os dois! Mas é bem verdade que, como possuem características similares, muitas vezes nós confundimos cabelos secos e ressecados. No entanto, saber o que difere um do outro é fundamental para que se possa realizar o tratamento mais adequado.

    Pensando nisso, hoje a gente vai mostrar para você como identificar e diferenciar um cabelo seco e ressecado, como evitar que isso aconteça com os seus cabelos e, o mais importante, como tratar fios que estão nesse estado. Afinal, não custa reforçar: um cabelo forte e saudável garante um resultado muito mais bonito depois de alisar com Basiqe Sleek.

    Cabelo seco e ressecado: Quais as características de cada um?

    De modo geral, o cabelo seco é uma condição natural, já que os cabelos podem ser oleosos, secos ou mistos. E ainda que, na maioria das vezes, o cabelo seco se relacione a um fator genético e hereditário, ele também pode ter essa característica por conta da estrutura do fio capilar. Já o cabelo ressecado é, na verdade, uma consequência devido a ação de agentes internos e externos.

    É bem verdade que, em geral, os cabelos crespos e cacheados são, naturalmente, mais secos. Isso se dá por conta da estrutura do fio, que possui uma curvatura mais acentuada, em formato de espiral, dificultando, assim, que a oleosidade produzida no couro cabeludo seja capaz de escorrer por completo pelo comprimento do fio até as pontas. E é essa oleosidade produzida pelo nosso organismo que garante boa parte da hidratação capilar.

    Mas o fio seco também pode ocorrer em outros tipos de cabelo por conta de uma baixa produção de óleo pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo. De todo modo, essa baixa oleosidade ou a falta dela nos fios tem consequências nada agradáveis, gerando cabelos opacos, com frizz, armados e quebradiços.

    Outra característica do cabelo seco são as cutículas abertas. As cutículas funcionam como se fossem escamas, que envolvem e protegem o fio da ação de agentes externos, como o calor, a umidade, o cloro, o sol, além de produtos químicos, como a progressiva e a tintura. Dessa forma, quando as cutículas estão abertas o fio fica desprotegido, mais suscetível à ação desses fatores externos e, portanto, mais frágil e propenso a ficar danificado.

    De seco à ressecado

    Já o cabelo ressecado, ao contrário do cabelo seco, é uma consequência da ação de agentes externos e/ou internos. Basta pensar que, para ter um cabelo forte e saudável é necessário adotar um conjunto de bons hábitos como uma dieta natural e balanceada, com alimentos que fortalecem os cabelos; ingerir bastante água e reduzir o estresse.

    Saber lavar corretamente os cabelos, secar as madeixas da melhor maneira e usar shampoos e condicionadores adequados para o seu tipo de cabelo também têm reflexo na saúde do fio. Além disso, é preciso atenção com a ação negativa do excesso de calor do secador e da chapinha, de tintura e químicas, e até mesmo da poluição.

    Tudo isso interfere na estrutura da fibra capilar tornando o fio ressecado, que também fica opaco, quebradiço e com muito frizz, além de mais embaraçado e com pontas duplas. Vale destacar ainda que, quando os cabelos estão ressecados eles sofrem com a falta de água, de proteínas e de lipídios. Para resumir, veja a tabela abaixo que mostra as diferenças entre o cabelo seco e ressecado:

    Cabelo seco Cabelo ressecado
    O que causa Pouca produção de óleo pelo couro cabeludo e/ou a estrutura em espiral do fio capilar Má alimentação e pouca ingestão de água, lavagem e secagem incorreta, uso de produtos inadequados para o tipo de cabelo, uso excessivo de ferramentas de calor; procedimentos químicos, poluição e cloro
    Características Frágil, opacado, quebradiço, armado e com frizz Opacado, quebradiço, embaraçado, armado, com frizz e pontas duplas

    Como tratar cabelos secos e ressecados?

    Ainda que o cabelo seco seja uma condição natural e que, em tese, não possa ser alterada, a verdade é que é possível reduzir as características negativas desse quadro, principalmente com a ajuda de produtos específicos para esse tipo de cabelo.

    Uma boa estratégia é tratar os cabelos secos com produtos de nutrição, à base de óleo. Isso porque, ao contrário do que se possa pensar, o cabelo seco precisa muito mais de nutrição do que de hidratação, ou seja, ele precisa mais de óleo do que de água. Basta lembrar que, em geral, a raiz do cabelo seco produz menos oleosidade ou se produz ele não consegue chegar até as pontas.

    Já para tratar cabelos ressecados é preciso ir além da hidratação. Como vimos, um fio ressecado perdeu não apenas água, mas proteínas e lipídios também. Por isso, o ideal aqui é unir a hidratação com a reconstrução, duas etapas do cronograma capilar. Enquanto a hidratação vai repor a água, a reconstrução vai repor outros nutrientes para restaurar a massa capilar perdida.

    Mulher de cabelo crespo
    Cabelos crespos são naturalmente mais secos e precisam de mais nutrição com produtos à base de óleo. (Fonte: Ilyuza Mingazova/ Unsplash)


    E, é claro, em ambos os casos, vale caprichar na boa alimentação e na maior ingestão de água. Também é importante evitar água quente durante as lavagens e sempre aplicar cosméticos que sejam indicados para o seu tipo de cabelo.

    Para otimizar a recuperação do fio, vale ficar atento em como você seca os cabelos. Até mesmo a toalha que você usa pode aumentar o ressecamento. Agora, se você for secar os fios com a ajuda do secador, vale atentar para a temperatura e a distância do aparelho com relação aos fios.

    Como evitar cabelos secos e ressecados?

    Quem tem cabelo seco deve aceitar essa condição e pronto? Não é bem assim. Ainda que seja mais saudável não ficar lutando contra isso, o mais importante nesse caso é agir para que o quadro não piore, ou seja, para que o cabelo seco não se torne ressecado. Além disso, como vimos, dá para amenizar as características negativas.

    Com isso em mente, vale pontuar que tanto o cabelo seco quanto o ressecado tem um inimigo em comum: as altas temperaturas do secador e da chapinha. Isso significa que você não poderá usá-los? Não, não. Você pode usá-los, sim! A dica aqui é moderar no uso, ou seja, nada de aplicar temperaturas altas nos fios todos os dias.

    E, em todo caso, é imprescindível o uso de um bom protetor térmico nos fios antes de usar uma ferramenta de calor nos cabelos. Além disso, é importante evitar procedimentos químicos com muita frequência também. E, se possível, aplique também um filtro solar nos cabelos para proteger do calor do sol.

    Posso alisar cabelo seco e ressecado com Basiqe?

    Como vimos, ferramentas de calor são nocivas à saúde capilar. Mas tudo depende da forma e da frequência com que você as utiliza. Por isso é sim possível alisar sem deixar os cabelos ressecados. Uma das formas é alisar com Basiqe Sleek.

    A vantagem de alisar os cabelos com Basiqe é que ela foi projetada justamente para danificar menos os fios. Isso é possível por conta de sua estrutura. A Basiqe funciona como um pente, que desliza suavemente pela mecha de cabelo.

    A placa de cerâmica iônica ajuda na distribuição de calor, enquanto as cerdas rígidas dividem a mecha em 25 partes menores. Com isso, não é preciso passar Basiqe várias vezes em cada mecha como ocorre com a chapinha e o secador. Na maioria das vezes, em uma passada a mecha já sai lisa.

    compre aqui a escova alisadora Basiqe

    Por isso, a Basiqe é eficiente para alisar todos os tipos de cabelo, até mesmo os crespos e cacheados. Mas é claro que, se o seu cabelo estiver seco ou ressecado pode ser necessário passar a escova alisadora mais vezes. Para evitar isso, uma opção é dar uma leve escovada antes para facilitar o alisamento.

    De toda forma, também é importante saber como usar Basiqe para evitar danos aos cabelos. Para começar, sempre aplique um protetor térmico nas mechas, desembarace bem os cabelos e escolha a temperatura de acordo com o seu tipo de cabelo. Basiqe oferece 5 temperaturas, que variam de 130ºC a 210º, exatamente para que você possa alisar os fios sem danificá-los.

    Concluindo…

    Cabelo seco e ressecado são coisas diferentes. Enquanto o seco se dá pela pouca produção de óleo no couro cabeludo ou pela forma do fio, o ressecamento é causado pela ação de agentes externos ou internos.

    O cabelo seco, de fato, acomete mais quem tem cabelo crespo e cacheado por conta da forma espiralada do fio, que dificulta que o óleo da raiz chegue até as pontas. Já o cabelo ressecado pode acontecer até mesmo em quem tem os fios normais ou oleosos, lisos ou ondulados.

    Ambos, no entanto, são cabelos mais frágeis, quebradiços, opacos e com muito frizz. Por isso, dá para minimizar os efeitos dos cabelos secos e evitar os cabelos ressecados. Para tanto, é preciso investir em nutrição para os fios secos e em hidratação e reconstrução para os ressecados.

    Mais do que isso: é importante saber usar corretamente as ferramentas de calor, lavar de maneira adequada os fios e saber como secar sem deixar as madeixas ainda mais ressecadas. E não se esqueça: invista em produtos para o seu tipo de cabelo e sempre use um protetor térmico antes de alisar com Basiqe.