GANHE 1 SLEEK GRÁTIS 🎁na compra da Duo Max. Apenas 50 disponíveis, clique e confira!

quero já

Procurou, achou :)

    Atualmente, esta seção não inclui nenhum conteúdo. Adicione conteúdo nesta seção usando a barra lateral.

    Atualmente, esta seção não inclui nenhum conteúdo. Adicione conteúdo nesta seção usando a barra lateral.

    Atualmente, esta seção não inclui nenhum conteúdo. Adicione conteúdo nesta seção usando a barra lateral.

    O que fazer para ter um cabelo saudável?

    O que fazer para ter um cabelo saudável?

    O que fazer para ter um cabelo saudável?

    85% das mulheres brasileiras acreditam que o cabelo pode afetar diretamente a alta estima daquelas que não estão com os cabelos bem cuidados, afinal, o cabelo é a moldura do rosto, concorda?

    Antigamente os cuidados com as madeixas eram bem limitados e os produtos oferecidos no mercado traziam inúmeros malefícios, como queda de cabelo, quebra dos fios ou problemas no couro cabeludo devido a alta dosagem química.

    O avanço desta indústria foi gigante nos últimos tempos, profissionais passaram a se especializar em cada tipo de cabelo e, trabalhar lado a lado com empresas para desenvolverem os melhores produtos para cada grupo.

    Médicos nutriocionistas e dermatologistas também passaram a ter mais voz na hora de indicar o produto certo e evitar problemas mais sérios como a calvice, por exemplo.

    Passamos a entender que o que funciona para uma, pode ser prejudicial para outra. Cada cabelo é um tipo e precisa ser cuidado e respeitado como tal.

    A informação hoje está na palma de nossas mãos e podemos contar com um cronograma capilar para garantir a saúde dos nossos fios. Mas será que isso é o suficiente?

    Você é o que você come:

    A nossa alimentação tem ligação direta com a saúde (ou falta de) dos cabelos, unhas e pele.

    Não adianta ter os melhores produtos, profissionais e cronograma ideal e não se alimentar bem e não beber água suficiente.

    Existem alimentos que prejudicam a saúde do cabelo, deixando-os com aparência de mal cuidado e fraco e outros que contribuem para um cabelo sedoso, macio e saudável.

    Mas afinal, quais são os piores alimentos para o cabelo?

    • Embutidos e industrializados

    Apesar de serem práticos e rápidos, alimentos como refrigerante, salsichas, salame, presunto, mortadela, sucos, bolachas, etc, são repletos de de nitrato, alto nível de sódio e gordura saturada que causam inflamação, dificultando o bom funcionamento do organismo. Os cabelos ficam mais fracos, quebrados e secos.

    • Açúcar

    Este é o maior vilão para o corpo humano. Infelizmente, o açúcar está presente na grande maioria dos alimentos que consumimos diariamente e tem ligação direta com doenças como diabetes e câncer.

    É altamente viciante e não possui nenhum nutriente. Ao ingerir açúcar, você aumenta o nível de insulina e de andrógenos, que são hormônios, que quando consumidos em excesso, reduzem os folículos capilares e causam queda do cabelo.

    • Óleo vegetal

    Quem não ama um pastel, coxinha e batata frita? Pois é, mas é preciso ter moderação.

    O óleo vegetal quando consumido em excesso se torna em um verdadeiro vilão para sua saúde. Quando voce pratica uma alimentação gordurosa, seu organismo recebe menos ferro, que acaba contribuindo para a perda de micro e macro nutrientes.

    O seu cabelo sofre muito com isso, pois além de não receber os nutrientes necessários, a produção de oleosidade aumenta, causando inflamações na pele como acne e cravos, por exemplo, e entupindo os poros, o que resulta no enfraquecimento e queda do cabelo.

    • Alimentos com excesso de mercúrio

    Você deve estar pensando que você não corre este risco porque não consome mercúrio, porém alimentos como peixe podem conter quantidades altas de mercúrio.

    Não entenda mal, peixe é um alimento super saudável e precisa ser consumido com frequência, mas você precisa estar atenta sobre quem fornece este alimento.

    Peixes maiores como atum e cavala possuem altas doses de mercúrio, por isso devem ser consumidos com moderação.

    O mercúrio causa diversas doenças no corpo humano e afeta diretamente o cabelo, deixando tão fracos ao ponto de caírem.

    • Álcool

    O cabelo para estar saudável você precisa estar bem hidratado. O álcool é um ladrão de nutrientes, como zinco e ácido fólico.

    O álcool corta o processo de hidratação e distruibuição de nutrientes, impedindo que chegue até os fios, deixando-os secos, quebradiços e a longo prazo pode causa rupturas dos fios e queda.

    E quais são os melhores alimentos amigos do cabelo?

    Opte por alimentos que são ricos em proteína, vitaminas, minerais, ferro, ômega 3 e biotina.

    • Peixes e sementes
    • Vitamina A: cenoura, tomate, melão, papaia, pimentão, beterraba, espinafre, etc.
    • Vitamina C: laranja, tangerina, abacaxi, morango, kiwi, limão, etc.
    • Rico em minerais: feijão, ovos, fígado, etc.
    • Rico em zinco e silício: amêndoa, amendoim, castanha do Pará, etc.

    Não se esqueça de beber bastante água e seguir as recomendações de uma nutricionista.

    Agora você já sabe os piores e melhores alimentos para consumir, tão importante quanto a educação alimentar é um cronograma capilar e é sobre isso que falaremos agora.

    O que é cronograma capilar?

    Nada mais é que uma agenda onde você cria um cronograma de tratamentos onde você intercala os dias para lavar, hidratar, nutrir e reconstruir o cabelo.

    Você precisa consultar o seu especialista capilar para saber quais são os melhores produtos e com qual frequência deve seguir o cronograma.

    Manter uma rotina de cuidados com os cabelos é muito importante para mantê-los fortes e saudáveis.

    Pode ser que no começo você precise trocar e testar novos produtos que se adaptem melhor ao seu cabelo, por isso não deixe de anotar tudo certinho para saber o que está ou não funcionando para você.

    Gosta de alisar ou cachear os fios? Conheça os mitos e verdades sobre estes procedimentos.

    Já que o cabelo é a moldura do rosto, porque não se aproveitar e criar vários visuais diferentes?

    Hoje quer ele liso e amanhã cacheado? Mas será que o uso desses aparelhos alisadores e modeladores de cacho são nocivos aos fios?

    Descubra os mitos e verdades sobre estes procedimentos para garantir que seu cabelo não seja prejudicado.

    Alisar o cabelo todos os dias faz mal. Mito ou verdade?

    Mito! O que faz mal é a escolha da temperatura errada.

    Muitas vezes nós acreditamos que quanto mais alta a temperatura, melhor o resultado e não é bem por aí.

    A temperatura ideal depende do seu tipo de cabelo. Fios grossos pedem temperaturas mais altas, fios finos pedem temperaturas mais baixas.

    Esquece aparelhos antigos, eles queimam o fio.

    Não é necessário o uso de um protetor térmico para alisar ou cachear os fios. Mito ou verdade?

    Mito! O uso de um protetor térmico é essencial para proteger os seus fios do calor causado pelos aparelhos.

    Além disso, ele garante que seu cabelo fique mais liso ou cacheado por mais tempo.

    Posso usar chapinha ou escova alisadora diretamente no cabelo molhado. Mito ou verdade?

    Mito! Se você alisar seu cabelo com uma chapinha ou escova alisadora, você irá queimar os fios e comprometer a saúde deles. Esteja sempre com o cabelo bem seco e com o protetor térmico aplicado antes de começar alisar.

    Fios mais grossos são mais difíceis de alisar. Mito ou verdade?

    Verdade, os fios mais grossos contêm mais queratina e por isso ficam com uma aparência de espigados quando passam por procedimentos com aparelhos antigos e de má qualidade.

    O contato direto com o calor faz com que os fios fiquem duros e sem movimento.

    Escolha o aparelho certo para alisar sem agredir seus fios.

    Cabelo liso não fica cacheado por muito tempo. Mito ou verdade?

    Tudo depende do aparelho que você for usar. Os aparelhos antigos além de prejudicarem os fios, queimando e arracando do couro cabeludo, faz com que o excesso de calor não segure os cachos por muito tempo.

    O Basiqe Duo possue 160 jatos de ar frio que são disparados após cada cacho, para que fiquem perfeitos por muito mais tempo.

    Dormir com o cabelo molhado faz mal. Mito ou verdade?

    Super verdade.Você jamais deve dormir com os cabelos molhados.

    Dormir com touca ou fronha de cetim, protege os fios. Mito ou verdade?

    Verdade! A touca ou fronha de cetim, além do toque macio e sedoso, protege os fios do frizz e do atrito que ocorre no travesseiro enquanto a gente dorme.

    Para quem não consegue dormir com touca, a fronha de cetim também cumpre bem a missão. A touca ou fronha não tem contraindicação e pode ser usada por qualquer tipo de cabelo.

    Já falamos sobre alimentação, cuidados e mitos e verdades.

    Agora vamos falar um pouco sobre a importância de escolher produtos e aparelhos certos para você.

    Como citamos acima, o avanço da tecnologia trouxe diversos benefícios para nossa saúde, faça bom proveito deles!

    Aparelhos antigos não possuem as tecnologias desenvolvidas para proteger e entregar resultados excelentes. Muitos possuem temperaturas altíssimas que cozinham o cabelo, deixando-os fracos e quebradiços, além de arrancarem diversos fios durante o procedimento.

    Aposte em aparelhos e produtos modernos, para que você não sofra depois com resultados desastrosos.

    Busque comprar de sites autorizados ou oficiais das marcas, para garantir a qualidade do aparelho ou produtos.

    Infelizmente existem golpistas que oferecem réplicas pela metade do preço, e o barato acaba saindo caro.

    E aí, gostou do post? Não deixe de comentar aqui e contar pra gente o que você faz para manter seus fios saudáveis, aproveita para compartilhar e marcar aquela amiga que está precisando de uma ajudinha extra na hora de cuidar dos cabelos.

    Te vejo no próximo post!